Em Belo Horizonte a oferta de residenciais de alto padrão para idosos aumentou consideravelmente e, a Pampulha, é uma das regiões onde boa parte deles estão localizados, principalmente pelo clima agradável, infraestrutura de comercio e serviços e localização. Mas é preciso ficar atento às exigências que os residenciais, ou instituições de longa permanência para idosos (ILPI) têm que atender para receber os idosos.

Com o aumento da expectativa de vida dos brasileiros devido a melhoria de fatores socioambientais e atenção à saúde, segundo o Ministério da Saúde, os idosos começaram a buscar envelhecer com mais qualidade de vida e as buscar residenciais com uma gama de serviços em um só lugar, que tem atividades voltadas para socialização e lazer, ambientes agradáveis e com ótimo padrão de serviços médicos. O mercado é grande e só cresce.

Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), entre 2012 e 2017, a parcela de idosos (pessoas com 60 anos ou mais) no país cresceu 19% e a tendência é que o número atualmente em 30 milhões de brasileiros se amplie a cada ano, considerando o aumento da expectativa de vida que está, atualmente, em 76 anos.

INFRAESTRUTURA FÍSICA ADEQUADA E ACESSIBILIDADE

Muito importante na hora de escolher um lugar para quem você ama morar ou passar uma temporada em um residencial para idosos verificar se ele será acolhido com todo cuidado e segurança. Além disso, é preciso avaliar a infraestrutura física e também a equipe de profissionais que irá acompanhá-lo no dia-a-dia. Afinal, sentir-se bem e confortável é primordial para a felicidade deles! Por isso, convidamos a diretora do Aquarela Residencial Sênior, em Belo Horizonte, Juliana Araújo, para dar algumas dicas. Confira:

Juliana conta que existe a lei RDC nº502 que rege as instituições de longa permanência para idosos (ILPI) e nela estão pré-requisitos para o funcionamento de um residencial para idosos. Ele deve ter:

RAMPAS DE ACESSO – Quando o terreno da Instituição de Longa Permanência para idosos apresentar desníveis, deve ser dotado de rampas para facilitar o acesso e a movimentação dos residentes

 ACESSO EXTERNO – devem ser previstas, no mínimo, duas portas de acesso, sendo uma exclusivamente de serviço; PISOS EXTERNOS E INTERNOS (inclusive de rampas e escadas) – com mecanismo antiderrapante.

Os DORMITÓRIOS devem ser dotados de luz de vigília e campainha de alarme; o BANHEIRO deve possuir área mínima de 3,60 m2, com 1 bacia, 1 lavatório e 1 chuveiro, não sendo permitido qualquer desnível em forma de degrau para conter a água, nem o uso de revestimentos que produzam brilhos e reflexos; SALA PARA ATIVIDADES coletivas para no máximo 15 residentes; ESPAÇO ECUMÊNICO e/ou para meditação.

ATENÇÃO À DOCUMENTAÇÕES EXIGIDAS

ALVARÁ SANITÁRIO atualizado expedido pelo órgão sanitário competente, de acordo com o estabelecido na Lei Federal nº. 6.437, de 20 de agosto de 1977 e comprovar a inscrição de seu programa junto ao Conselho do Idoso, em conformidade com o Parágrafo Único, Art. 48 da n° Lei 10.741 de 2003.

DOCUMENTOS – Estatuto registrado; Registro de entidade social; Regimento Interno.

Essas são apenas algumas das exigências previstas em lei que devem ser observadas na hora de escolher um residencial de longa permanência.

Além desses itens, outros serviços fazem toda a diferença como enfermeira 24h disponível no local caso surja uma intercorrência; médico geriatra; nutricionista e atividades físicas assistidas como caminhadas e dança para uma rotina repleta de saúde e com muito sabor; fisioterapeuta que cuida da reabilitação; sala de terapia ocupacional com diversas atividades.

Aquarela Residencial Sênior

Tel: (31) 97209-3202

www.aquarelasenior.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *